Este artigo é da autoria do Dr Daryl Gioffre do blog “GET OFF YOUR ACID” e você pode ver o link para o artigo original (em Inglês) no final deste post.

Alguns anos atrás, eu fui entrevistado pelo The Daily Mail para um artigo sobre a importância de comer alcalino.

Bem, sem que eu soubesse, o escritor também entrevistou um nutricionista que foi citado na peça dizendo que nada do que você faça pode mudar a alcalinidade do seu sangue, então não importa o que você come, e não adianta comer alcalino.

Esse nutricionista não está sozinho. Acabei de me deparar com outro artigo recentemente escrito por um médico sobre esse mesmo assunto.

Eu recebo perguntas o tempo todo dos meus pacientes sobre esses mesmos temas. Se o pH do meu sangue é constante e sempre rigorosamente regulado em 7.4, por que eu tenho que comer e beber alcalino?

É realmente uma pergunta fantástica para um leigo, mas completamente diferente quando se trata de um nutricionista ou médico porque eles DEVIAM SABER mais sobre esse tema.

Esses profissionais médicos perderam o barco.

O propósito de comer alimentos alcalinos e beber água alcalina NÃO é aumentar o pH do seu sangue!

Todo o propósito da dieta alcalina é livrar-se de seus ácidos e evitar que o seu corpo tenha que fazer toda a regulação.

E é neste ponto que esses nutricionistas e especialistas entendem tudo errado.

Assim como o seu corpo precisa ajustar sua temperatura em torno de 37ºC, e ele fará qualquer coisa para mante-la, o mesmo vale para o seu pH do sangue de 7,4.

Agora estão -2ºC em Nova York (ai!). Deixe-me fazer uma pergunta… Se você fosse ficar em um iceberg vestindo uma camiseta e shorts, o que iria acontecer?

Bem, se você ficar lá tempo suficiente, você vai morrer. Mas antes que isso aconteça, seu corpo age e vai começar a tremer, gastando enormes quantidades de energia para gerar calor suficiente para manter a temperatura corporal.

Em seguida, seu corpo começará a mover todo o sangue dos braços e pernas para os órgãos vitais para manter você vivo. É isso mesmo – seu corpo vai sacrificar seu dedão do pé para mantê-lo vivo, mas é melhor você sair do frio o mais rapidamente possível!

E com o pH do seu sangue acontece a mesma coisa. Funciona como um termostato, assim como a sua temperatura. Quando você está enchendo seu corpo com alimentos ácidos e inflamatórios, ou se você está com muito estresse, seu corpo começará a se auto-regular.

Seu corpo necessita de minerais (cálcio, magnésio, potássio, bicarbonato de sódio) para eliminar todos os ácidos do sangue, mas aqui é onde está o problema – se você não está recebendo minerais suficientes em seu corpo através de sua dieta, seu corpo tem que encontrar outro caminho.

Porquê?

Porque os ácidos e as toxinas tornam o seu sangue mais ácido, e se o seu pH no sangue se desviar mais de 1 ponto, você morreria! Seu corpo, a máquina inteligente que é, usará todas as medidas possíveis para evitar que isso aconteça.

Eu chamo isso de “roubar Pedro para pagar Paulo” – em outras palavras, para manter seu pH sanguíneo rigidamente regulado em torno de 7.4, seu corpo tomará minerais de qualquer parte do corpo antes de deixar o sangue ficar muito ácido, e o primeiro lugar é sua boca.

A saliva em sua boca tem uma pequena quantidade de minerais alcalinos que agem como um tampão. Depois de extrair o que pode da saliva, ele passa para a urina (é por isso que medir o pH da sua urina e saliva é uma boa maneira de acompanhar o seu desempenho, pois, diferentemente do pH do sangue, o pH da urina e da saliva flutua com base em suas escolhas de estilo de vida atuais que você está fazendo), então músculos e, finalmente, ao maior banco mineral do seu corpo, os ossos.

E nos perguntamos por que 62 milhões de americanos correm o risco de sofrer de osteoporose ou já a têm, e ainda assim continuam consumindo grandes quantidades de laticínios ácidos!

Se você é osteopênico, ou osteoperótico, você tem que entender que não é por causa de uma deficiência de cálcio, é um problema de ácido! Seu corpo é tão ácido e tóxico, e está literalmente PUXANDO cálcio de seus ossos para neutralizar todo esse ácido.

dieta alcalina pesquisas estudos

Image by marijana1 from Pixabay

As pesquisas apoiam a dieta alcalina

Eu quero salientar que não sou só eu que estou falando isso.

O National Institute of Health’s Journal of Environmental and Public Health publicou uma pesquisa apoiando a dieta alcalina.

“Pode haver algum valor em considerar uma dieta alcalina na redução da morbidade e mortalidade por doenças crônicas e mais estudos são necessários nesta área da medicina”, escreveu o pesquisador da Universidade de Alberta, Gerry K. Schwalfenberg.

O artigo de pesquisa detalha a mudança nas dietas humanas nos últimos 10.000 e mesmo apenas 200 anos e o efeito que teve no pH dos humanos e na “carga líquida de ácido” da dieta humana com menos potássio e magnésio e mais açúcar, sal e gorduras saturadas insalubres.

É uma leitura densa, mas aqui estão alguns tópicos importantes:

– Comer uma dieta alcalina preservou a massa muscular em adultos mais velhos, de acordo com um estudo.

– Em casos de acidose aguda, a suplementação com bicarbonato de sódio antes do exercício exaustivo resultou em significativamente menos acidose no sangue do que em pessoas que não suplementaram com bicarbonato de sódio.

– Para as mulheres na pós-menopausa, comer alimentos com abundância de bicarbonato de potássio (alimentos alcalinos) resultou em aumentos significativos nos hormônios responsáveis ​​pela redução dos fatores de risco cardiovasculares, melhorando a composição corporal, melhorando a qualidade de vida e melhorando a memória e a cognição.

– A pesquisa indica que a suplementação com minerais alcalinos reduz a dor nas costas para pacientes crônicos.

– O aumento do pH aumenta a eficácia de alguns tratamentos de quimioterapia para pessoas com câncer de acordo com a pesquisa.

– Há evidências que sugerem que a ingestão de uma dieta alcalina beneficia a saúde óssea, “além de atenuar outras doenças crônicas, como hipertensão e acidentes vasculares cerebrais”.

Os pesquisadores concluíram que, “seria prudente considerar uma dieta alcalina para reduzir a morbidade e a mortalidade das doenças crônicas que estão afligindo nossa população idosa”.

Independentemente dos oficiais de saúde pública fazerem ou não mais pesquisa sobre a dieta alcalina (e eu adoraria que fizessem!), Você pode tomar medidas para neutralizar o ácido.

Por exemplo, digamos que você NUNCA tenha limpado o filtro do seu ar-condicionado, pense em como essa unidade teria que funcionar e o quanto de energia ela precisaria para manter sua sala fresca em um dia quente de verão?

Agora, você pode continuar lutando, tentando manter-se, fazendo este exercício, ou aquela dieta de moda passageira, mas agora você entende por que ainda está cansado e porque pode não ser capaz de perder peso.

Você precisa limpar o filtro, e é isso que os minerais fazem. Eles impedem o corpo de ter que trabalhar tão duro, fazendo toda a regulação por conta própria.

Em outras palavras, limpe o filtro e seu aparelho de ar condicionado funcionará bem mais uma vez. Mas se você deixar isso continuar por muito tempo, a unidade irá desmoronar!

Tudo tem suas limitações físicas, e é isso que é a doença crônica! É o 5º estágio da acidose. Isso resulta de 2 coisas: acúmulo tóxico no corpo e DEFICIÊNCIA mineral ao longo do tempo!

FONTE original do artigo (em Inglês):
https://www.getoffyouracid.com/blogs/news/why-these-medical-professionals-are-wrong-about-the-alkaline-diet

Para receber GRATUITAMENTE o ebook “10 Receitas Alcalinas - Sem Açúcar, Sem Lactose e Sem Glúten” insira seu Nome e Email abaixo e clique no botão “Quero Receber”:





Comentários